terça-feira, 31 de maio de 2022

Dicas sobre o navegador Edge da Microsoft

A nova versão Chromium do Edge oferece vários aprimoramentos em relação ao seu antecessor. Essas dicas destacam os melhores recursos ocultos que encontramos no novo navegador da Microsoft.

Microsoft Edge

A nova versão baseada no Chromium do navegador Edge da Microsoft adiciona alguns recursos fazendo com que ele fique mais parecido com o Google Chrome, inclusive tem suporte para extensões do Chrome.

Enquanto apostamos que uma das primeiras coisas que você faz em um novo PC Windows é correr para a web e baixar Firefox, Chrome ou outro navegador de sua escolha, ainda há razões para considerar o Edge. Afinal, descobrimos que ele tem um bom desempenho contra a concorrência.

quinta-feira, 5 de maio de 2022

O grande mito sobre navegação anônima

Guia de navegação anônima do Google Chrome

A navegação anônima é oferecida em quase todos os navegadores de internet por aí. Este modo é útil de muitas maneiras: seu histórico de navegação não é salvo, e nem cookies ou dados do site. Isso permite que você navegue na internet sem deixar rastros. Bem, até certo ponto. Embora o histórico de navegação, cookies e dados do site não sejam salvos em seu dispositivo, isso não apaga completamente todas as evidências de que você visitou um site, como observa o Google.

quarta-feira, 4 de maio de 2022

Mozilla lança a versão 100 do Firefox

Versão 100 do Firefox

Já está disponível para o Firefox a 100ª atualização para versões desktop e mobile.

Para comemorar, a Mozilla irá compartilhar regularmente a arte dos fãs inspirada no Firefox durante todo o mês de maio. Mas enquanto o número 100 carrega algum peso simbólico, a atualização em si não é particularmente monumental.

Em breve, o Microsoft Edge incluirá uma VPN gratuita

Microsoft Edge

A Microsoft vem tentando fazer com que mais pessoas usem o Edge. Algumas das maneiras que eles tem perseguido esse objetivo foram menos bem recebidas do que outras, mas seu esforço mais recente poderá trazer uma adição útil ao software. Em uma página de suporte divulgada pelo "The Verge", a empresa revelou que está adicionando um serviço de VPN integrado gratuito ao seu navegador. O serviço de VPN será chamado Edge Secure Network.

segunda-feira, 11 de abril de 2022

Coreia do Sul contrata SpaceX para lançar cinco satélites espiões até 2025

SpaceX Falcon 9
Em 20 de julho de 2020, um SpaceX Falcon 9 decolou do Cabo Canaveral, Flórida, com o primeiro satélite de comunicações militares da Coreia do Sul, Anasis-2.

A Coreia do Sul assinou um contrato com a SpaceX para lançar cinco satélites espiões até 2025, com o primeiro lançamento de um foguete Falcon 9 até o final de 2023.

Um porta-voz da Administração do Programa de Aquisição de Defesa (DAPA) confirmou o acordo em 11 de abril, dizendo que o lançamento em 2023 entregaria um satélite infravermelho eletro-óptico de 800 kg à órbita baixa da Terra.

sexta-feira, 1 de abril de 2022

Telescópio espacial Hubble registra a estrela mais distante já vista

Estrela Earendel

O Telescópio Espacial Hubble da NASA estabeleceu um novo recorde: detectou a luz de uma estrela que existia nos primeiros bilhões de anos após o nascimento do universo no Big Bang – a estrela individual mais distante já vista até hoje.

A estrela recém-detectada está tão longe que sua luz levou 12,9 bilhões de anos para chegar à Terra, aparecendo para nós como quando o universo tinha apenas 7% de sua idade atual. Os menores objetos vistos anteriormente a uma distância tão grande são aglomerados de estrelas, incorporados dentro das galáxias primitivas.

sexta-feira, 18 de março de 2022

Mega foguete SLS da NASA, que irá para a Lua, chega à plataforma de lançamento para testes

O foguete SLS (Space Launch System) com a nave Orion chegou na plataforma de lançamento 39B no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, nesta sexta-feira. Agora ele será preparado para um teste final antes de sua missão Lunar Artemis I.

O foguete SLS da NASA na plataforma de lançamento 39B
O foguete SLS da NASA na plataforma de lançamento 39B. Crédito: NASA

O voo de teste não tripulado abrirá caminho para futuras missões tripuladas.

"A partir deste lugar sagrado e histórico, a humanidade em breve embarcará em uma nova era de exploração", disse o administrador da NASA, Bill Nelson. "Artemis vai demonstrar o compromisso e a capacidade da NASA de estender a presença da humanidade na Lua – e além."

quinta-feira, 17 de março de 2022

Equipe do Telescópio Espacial James Webb finaliza fase crítica de alinhamento dos espelhos

Imagem do Telescópio Espacial James Webb
Enquanto o objetivo desta imagem era focar na estrela brilhante no centro para avaliação de alinhamento, a óptica do Webb e a NIRCam são tão sensíveis que as galáxias e estrelas vistas no fundo aparecem. Nesta fase de alinhamento do espelho do Webb, conhecido como "ajuste fino", cada um dos segmentos principais do espelho foi ajustado para produzir uma imagem unificada da mesma estrela usando apenas o instrumento NIRCam. Esta imagem da estrela, que é chamada de 2MASS J17554042+6551277, usa um filtro vermelho para otimizar o contraste visual.
Créditos: NASA/STScI

Após a conclusão das etapas críticas de alinhamento de espelhos, a equipe do Telescópio Espacial James Webb da NASA espera que o desempenho óptico do Webb seja capaz de atender ou exceder os objetivos científicos para os quais o observatório foi construído.

Em 11 de março, a equipe Webb concluiu a etapa de alinhamento conhecida como “ fase fina ”. Nesta fase chave no comissionamento do Elemento Óptico do Telescópio Webb , todos os parâmetros ópticos que foram verificados e testados estão funcionando dentro ou acima das expectativas. A equipe também não encontrou problemas críticos e nenhuma contaminação ou bloqueios mensuráveis ​​no caminho óptico do Webb. O observatório é capaz de coletar com sucesso a luz de objetos distantes e entregá-la aos seus instrumentos sem problemas.

quarta-feira, 16 de março de 2022

Astra implanta satélites na órbita da Terra pela primeira vez

O foguete Rocket 3.3 da Astra decola em 15 de março da Ilha Kodiak, no Alasca
O foguete Rocket 3.3 da Astra decola em 15 de março da Ilha Kodiak, no Alasca, carregando cargas para três clientes em uma missão organizada pela Spaceflight. Crédito: NASASpaceflight LLC/Astra Space Inc.

A Astra lançou com sucesso seu veículo Rocket 3.3 em 15 de março, colocando várias cargas em órbita baixa da Terra

O foguete Rocket 3.3, designado LV0009 pela Astra, decolou às 13:22 BRT do Complexo Espacial do Pacífico na Ilha Kodiak, Alaska. A empresa cancelou uma tentativa de lançamento no dia anterior por causa do mau tempo.

A decolagem e ascensão ocorreu como esperado. Isso incluiu a separação bem sucedida da carenagem de carga após o desligamento dos motores do primeiro estágio e antes da separação do segundo estágio. No lançamento anterior da Astra, em 10 de fevereiro, uma falha na fiação do sistema de separação da carenagem de carga impediu que a carenagem se separasse como planejado.

terça-feira, 15 de março de 2022

Segundo o presidente da AEB, empresas comerciais vão iniciar suas operações em Alcântara ainda em 2022

O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), coronel Carlos Augusto Moura
O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), coronel Carlos Augusto Moura, em entrevista ao programa A Voz do Brasil. Créditos: Agência Brasil

Iniciado há 20 anos, o processo de criação de um espaçoporto - uma estrutura que permite o lançamento e a aterrissagem de veículos e módulos espaciais tripulados ou não - está próximo de se concretizar no Brasil, informou hoje (14) o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), coronel Carlos Augusto Moura, em entrevista ao programa A Voz do Brasil.

Segundo Moura, o Brasil é dotado de características únicas que permitem a operação em diversas frentes do setor aeroespacial. A base de Alcântara, localizada a 32 km de distância da capital do Maranhão, São Luís, é situada em uma localização geográfica privilegiada, que gera economia de combustível espacial em lançamentos.

segunda-feira, 14 de março de 2022

Após 50 anos, NASA vai abrir uma das últimas amostras lunares da era Apollo

Extração dos gases da amostra lunar
Cientístas do "ARES" olham com emoção quando o gás é extraído no coletor depois que o tubo interno foi perfurado. Créditos: NASA/James Blair

As pessoas dizem que coisas boas vêm para aqueles que esperam. A NASA acha que 50 anos é o tempo certo quando começa a tocar em uma das últimas amostras lunares não abertas da era Apollo para aprender mais sobre a Lua e se preparar para um retorno à sua superfície.

A amostra está sendo aberta no Centro Espacial Johnson da NASA em Houston pela  Astromaterials Research and Exploration Science Division (ARES), que protege, estuda e compartilha a coleção de amostras extraterrestres da NASA. Este trabalho está sendo liderado pelo Apollo Next Generation Sample Analysis Program (ANGSA), uma equipe científica que pretende aprender mais sobre a amostra e a superfície lunar antes das próximas missões Artemis para o Polo Sul da Lua.

Bandeira ucraniana será lançada em foguete da SpaceX com tripulação da Polaris Dawn

Representantes do Programa Polaris seguram uma bandeira ucraniana que voará para o espaço ainda em 2022.
Representantes do Programa Polaris seguram uma bandeira ucraniana que voará para o espaço ainda em 2022. (Crédito da imagem: Polaris Program/Twitter)

A missão espacial privada Polaris Dawn compartilhou publicamente seu apoio à Ucrânia enquanto a nação continua a sofrer ataques da Rússia.

A tripulação da Polaris Dawn, liderada pelo fundador da Inspiration4 e bilionário da tecnologia Jared Isaacman, levará uma bandeira ucraniana para a órbita da Terra, anunciaram os membros da equipe da missão na segunda-feira (7 de março). Polaris Dawn será a missão de estreia do Programa Polaris, que até agora inclui três voos em veículos da SpaceX.

terça-feira, 8 de março de 2022

Sonda Psyche da NASA recebe enormes matrizes solares para sua viagem a asteroide rico em metal

Uma das duas matrizes solares da nave psyche da NASA é implantada com sucesso na famosa sala limpa High Bay 2 da JPL.
Uma das duas matrizes solares da nave psyche da NASA é implantada com sucesso na famosa sala limpa High Bay 2 da JPL. As matrizes gêmeas alimentarão a espaçonave e seus instrumentos científicos durante uma missão ao cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter. Créditos: NASA/JPL-Caltech

Com suas matrizes solares instaladas, a espaçonave está perto de sua configuração final antes do lançamento planejado para agosto.

A missão Psyche da NASA está quase pronta para uma viagem de 2,4 bilhões de quilômetros movido a energia solar para um misterioso asteroide rico em metal de mesmo nome. Matrizes solares gêmeas foram anexadas ao corpo da espaçonave, desdobradas longitudinalmente, e depois restauradas. Este teste aproxima a nave da conclusão antes do lançamento em agosto.

China quer que seu novo foguete para lançamentos de astronautas seja reutilizável

Um foguete Chinês Long March 2F lança três astronautas na cápsula Shenzhou 13
Um foguete Chinês Long March 2F lança três astronautas na cápsula Shenzhou 13 para o módulo da estação espacial Tiangong Tianhe em 16 de outubro de 2021. (Crédito da imagem: CASC)

A China está planejando para que seu veículo de lançamento tripulado de próxima geração, que enviará missões à sua estação espacial e à lua, tenham um primeiro estágio reutilizável.

O novo foguete permitiria uma opção de lançamento reutilizável para enviar astronautas ou carga para a nova estação espacial Tiangong, enquanto uma versão maior permitiria à China enviar tripulação em missões espaciais lunares e de espaço profundo.

sexta-feira, 4 de março de 2022

Seu nome pode entrar em órbita lunar na missão Artemis 1 da NASA

Missão Artemis 1 da NASA
Missão Artemis 1. (crédito da imagem: NASA)

A inscrição não demora mais do que um minuto. Você pode enviar seu nome em uma viagem pela Lua com apenas alguns cliques do seu teclado.

A NASA está convidando as pessoas a colocar seus nomes em um pen drive que será lançado na missão Artemis 1 da agência, que enviará uma cápsula Orion não tripulada em órbita da Lua e voltará daqui a alguns meses.

quinta-feira, 3 de março de 2022

OneWeb deixa Cosmódromo de Baikonur após ultimato da Roscosmos

Um foguete russo Soyuz coberto com 36 satélites de internet OneWeb
Um foguete russo Soyuz coberto com 36 satélites de internet OneWeb. (Crédito da imagem: Roscosmos)

Não parece que o próximo lote de satélites de internet da OneWeb sairá do chão tão cedo.

Trinta e seis satélites de banda larga OneWeb foram programados para serem lançados na sexta-feira (4 de março) no topo de um foguete Soyuz do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, que é gerenciado em conjunto pelas Forças Aeroespaciais Russas e pela Roscosmos, a agência espacial federal da Rússia.

Mas na quarta-feira (2 de março), a Roscosmos anunciou que não iria adiante com o lançamento, a menos que a OneWeb garantisse que os satélites não seriam usados para fins militares. A agência espacial russa ainda exigiu que o governo britânico, um dos principais acionistas da OneWeb, removesse seu investimento na empresa como outra condição para o lançamento.

quarta-feira, 2 de março de 2022

Rocket Lab inaugura nova plataforma de lançamento e implanta satélite de radar japonês

O veículo de lançamento Electron da Rocket Lab decola do Complexo de Lançamento 1B
O veículo de lançamento Electron da Rocket Lab decola do Complexo de Lançamento 1B na Nova Zelândia. Crédito: Rocket Lab

A Rocket Lab inaugurou uma nova plataforma de lançamento em seu centro espacial privado na Nova Zelândia nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, com a decolagem bem sucedida de um foguete Electron levando um satélite comercial de imagem por radar japonês.

Queimando querosene misturado com oxigênio líquido, o foguete Electron rugiu com a ignição dos nove motores Rutherford. Após uma breve verificação de integridade executada por computador, os grampos de retenção se abriram e liberaram o foguete Electron para decolar do Complexo de Lançamento 1B, a mais nova plataforma de lançamento da Rocket Lab na Península Mahia, a base primária de operações da empresa na Nova Zelândia. 

terça-feira, 1 de março de 2022

Elon Musk sugere que SpaceX substitua os serviços russos na Estação Espacial Internacional

A cápsula Crew Dragon da SpaceX para a missão Crew-3
A cápsula Crew Dragon da SpaceX para a missão Crew-3 (Crédito da Imagem: SpaceX)

A SpaceX poderia substituir a Rússia no espaço?

Na semana passada, a Rússia invadiu a Ucrânia em uma série de ataques que desencadearam alguns dos conflitos mais intensos na Europa em décadas. Mais recentemente, na noite de domingo (27/10), o presidente russo Vladimir Putin declarou um alerta nuclear, um movimento que causou muita preocupação internacional. Com as tensões aumentando cada vez mais, empresas e países ao redor do mundo estão rompendo laços com a Rússia na exploração espacial.

EOS Data Analytics emite apelo urgente para imagens da Ucrânia

Imagens de radar de abertura sintética da fronteira Bielorrússia-Ucrânia.
Capella Space compartilhou imagens de radar de abertura sintética da fronteira Bielorrússia-Ucrânia em 24 de fevereiro. Ao contrário das imagens eletro-ópticas, os dados de radar de abertura sintética podem ser adquiridos à noite e através das nuvens. Crédito: Capella Space

A EOS Data Analytics está pedindo às empresas de observação da Terra em todo o mundo que compartilhem imagens atualizadas de radares ópticos e sintéticos (SAR) da Ucrânia e dos países vizinhos para ajudar os esforços militares e humanitários ucranianos.

A empresa, fundada em Menlo Park, Califórnia, pelo empresário ucraniano Max Polyakov, anunciou em 28 de fevereiro que havia atualizado sua plataforma EOS Data Analytics para processar, analisar e compartilhar dados de sensoriamento remoto com as forças armadas e organizações humanitárias da Ucrânia.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2022

Rússia suspende lançamentos de foguetes Soyuz na Guiana Francesa

Um foguete Soyuz Arianespace construído na Rússia lança 34 satélites OneWeb
Um foguete Soyuz Arianespace construído na Rússia lança 34 satélites OneWeb em órbita a partir do Centro Espacial da Guiana em Kourou, Guiana Francesa, em 10 de fevereiro de 2022. (Crédito da imagem: ESA-CNES-Arianespace)

A agência espacial russa Roscosmos cancelou todos os lançamentos de foguetes Soyuz no Centro Espacial Europeu da Guiana Francesa devido às sanções da União Europeia pela invasão da Ucrânia por parte da Rússia.

"Em resposta às sanções da UE contra nossos empreendimentos, a Roscosmos está suspendendo a cooperação com parceiros europeus na organização de lançamentos espaciais do Centro Espacial de Kourou com a retirada de seu pessoal, incluindo a guarnição consolidada de lançamento da Guiana Francesa", disse o chefe da Roscosmos, Dmitry Rogozin, em uma declaração no Twitter no sábado (26/10).

Rover chinês encontra esferas de vidro na Lua

Esferas de vidro encontradas na Lua
Duas esferas de vidro confirmadas (imagens superiores) e duas possíveis (imagens inferiores) encontradas ao longo da rota de Yutu-2 (Imagem tirada pelo rover Yutu-2 — cortesia da Administração Espacial Nacional da China).

Cientistas informaram que o rover Chinês Yutu-2, parte da missão Chang'E-4, encontrou várias pequenas esferas de vidro no lado oculto da Lua. Embora já tenham sido encontradas anteriormente em amostras lunares trazidas pelos astronautas da Apollo, as encontradas pelo Yutu-2 são muito maiores e translúcidas.

A descoberta foi feita pelo Dr. Zhiyong Xiao, um dos principais membros da equipe científica da missão Chang'E-4. As esferas foram encontradas analisando as imagens panorâmicas tiradas pelo rover. Como o rover não tem capacidade de amostragem e não é uma missão de retorno de amostras, como a missão Chang-E-5, não há dados composicionais das esferas de vidro, apenas evidências observacionais.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022

Novas sanções da Rússia não prejudicarão operações da ISS, diz NASA

Estação Espacial Internacional

A Rússia invadiu a Ucrânia ontem (24 de fevereiro) em uma série de ataques militares. A ação, que causou muitas críticas internacionais, também provocou novas e severas sanções que foram anunciadas pelo presidente dos EUA, Joe Biden, em um discurso público. No entanto, apesar das novas sanções e da guerra em curso, a NASA afirmou que a cooperação civil entre os EUA e a Rússia no espaço, particularmente no que diz respeito à Estação Espacial Internacional, continuará normalmente.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

E agora? Foguetes construídos pela ULA e Northrop Grumman usam motores russos.

Motores russos RD-180
Motores russos RD-180

A invasão russa da Ucrânia pode ter sérios efeitos na comunidade espacial.

A situação é sensível e complicada no mundo espacial, dado que a Rússia é um parceiro-chave na Estação Espacial Internacional e também fornece componentes de foguetes para duas empresas de lançamento dos EUA.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022

Militares russos podem atingir satélites em meio a conflito na Ucrânia, alerta chefe da NRO

O Diretor do Escritório Nacional de Reconhecimento Christopher Scolese
O Diretor do NRO, Christopher Scolese, fala em 23 de fevereiro de 2022 na Conferência Espacial de Defesa e Inteligência da National Security Space Association.

À medida que a crise na Ucrânia aumenta, o diretor do NRO (Escritório Nacional de Reconhecimento) Christopher Scolese alertou que satélites no espaço poderiam ser alvo dos militares russos em um esforço para interromper as comunicações e os serviços de GPS.

"Acho que estamos vendo claramente que a Rússia está comprometida em fazer o que quer na Ucrânia, e eles querem vencer", disse Scolese em 23 de fevereiro na Conferência Espacial de Defesa e Inteligência da Associação Espacial de Segurança Nacional.

China divulga vídeo mostrando o orbitador Tianwen-1 sobre Marte

As selfies tornaram-se onipresentes em todos os lugares, até mesmo em Marte! Agora, o orbitador Tianwen 1 está entrando no espírito com uma selfie tirada do alto da órbita marciana.

Tianwen não usou apenas um bastão de selfie comum para conseguir essas imagens. Seu instrumento muito mais avançado é feito de uma liga com efeito memória de forma e foi dobrado ao lado da sonda durante o lançamento. Pesando apenas 0,8 kg e chegando a um comprimento de 1,6 metros quando totalmente desenrolado, é uma maravilha da engenharia.

Como a NASA planeja destruir a Estação Espacial Internacional, e os perigos envolvidos

Estação Espacial Internacional
Estação Espacial Internacional

A NASA anunciou planos para que a Estação Espacial Internacional (ISS) seja oficialmente desativada em 2031. Depois de dezenas de lançamentos desde 1998, a estação entrou em operação na órbita da Terra, derrubá-la será uma façanha e os riscos são grandes.

Os planos da NASA para a operação de descomissionamento culminarão em um mergulho no meio do Oceano Pacífico — um local chamado Ponto Nemo, também conhecido como "cemitério de naves espaciais", o ponto mais distante de qualquer zona habitada.

China diz que o estágio de foguete que irá colidir com a Lua não é da missão Chang'e

Um estágio de foguete vai bater no lado oculto da Lua em 4 de março de 2022.
Um estágio de foguete vai bater no lado oculto da Lua em 4 de março de 2022.

A China diz que o estágio de foguete previsto para colidir com a Lua em 4 de março não é de uma de suas missões, contradizendo vários relatórios recentes.

Várias observações independentes sugerem que o foguete seja da missão Chang'e 5-T1 de 2014, após uma identificação errada que dizia que o estágio fazia parte de um foguete SpaceX Falcon 9 que lançou o satélite Deep Space Climate Observatory em fevereiro de 2015. No entanto, funcionários do Ministério das Relações Exteriores da China agora dizem que o foguete Chang'e-5-T1 foi destruído logo após o lançamento.

60 anos do primeiro voo orbital tripulado dos EUA

John Glenn a bordo da espaçonave Friendship 7
John Glenn a bordo da espaçonave Friendship 7 durante sua histórica missão orbital de 20 de fevereiro de 1962. (Crédito da imagem: NASA/Chris Cohen)

Em 20 de fevereiro de 1962, há 60 anos, o astronauta da NASA John Glenn era lançado do Cabo Canaveral na Flórida dentro de uma pequena cápsula chamada Friendship 7. A espaçonave Mercury circulou a Terra três vezes, finalmente descendo perto das Ilhas Turcas e Caicos, no mar do Caribe, quatro horas e 55 minutos após a decolagem.

Foi o primeiro voo espacial orbital tripulado dos Estados Unidos, um marco que a rival União Soviética havia feito 10 meses antes, com a missão de Yuri Gagarin.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

Telescópio Espacial James Webb estudará o buraco negro supermassivo da Via Láctea

Uma imagem composta do coração da Via Láctea
Uma imagem composta do coração da Via Láctea, onde reside um buraco negro supermassivo. (Crédito da imagem: NASA, ESA, SSC, CXC, STScI)

O Telescópio Espacial James Webb estudará o estranho buraco negro cintilante no coração de nossa galáxia, a Via Láctea, que provou ser evasivo para os telescópios existentes explorarem.

Webb se juntará aos esforços de numerosos telescópios para entender a natureza do buraco negro supermassivo chamado Sagitário A*, cuja tendência a explodir de hora em hora dificulta a imagem.

Juntando-se aos investigadores do Webb haverá uma equipe trabalhando com o Event Horizon Telescope. O EHT, composto por oito radiotelescópios terrestres, capturou a primeira imagem de um buraco negro, o M87*, em 2019.

Avião supersônico 'silencioso' X-59 da NASA está no Texas para testes estruturais

O avião X-59 Quiet SuperSonic Technology da NASA
O avião X-59 Quiet SuperSonic Technology da NASA passa por testes de estresse estrutural em uma instalação da Lockheed Martin em Fort Worth, Texas. Créditos: Lockheed Martin

Um avião supersônico silencioso projetado e construído pela NASA para inaugurar uma nova era de viagens aéreas super-rápidas fez um 'pitstop' no Texas para realizar testes estruturais cruciais antes de um voo de estreia no final deste ano.

O X-59 da NASA fez a troca entre as instalações da Lockheed Martin no final de dezembro, movendo o avião entre Palmdale, Califórnia e Fort Worth, Texas, para aproveitar equipamentos especializados disponíveis e garantir que a aeronave não enfrentará muito estresse no ar.

Telescópio Hubble capta imagem impressionante de três galáxias se despedaçando

Aglomerado de galáxias IC 2431
Aglomerado de galáxias IC 2431

Três galáxias distantes colidem em uma nova imagem impressionante capturada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA.

Este acidente cósmico é conhecido como uma tripla fusão galáctica, ocorre quando três galáxias lentamente se aproximam e se fundem com suas forças gravitacionais concorrentes. Fusões como essas são comuns em todo o universo, e todas as grandes galáxias — incluindo a nossa, a Via Láctea — devem seu tamanho a fusões violentas como esta.

Nave de carga Cygnus chega à estação espacial

Cygnus NG-17 chega à Estação Espacial Internacional. (Crédito da imagem: NASA)
Cygnus NG-17 chega à Estação Espacial Internacional. (Crédito da imagem: NASA)

A 17ª missão de reabastecimento Cygnus da Northrop Grumman chegou à Estação Espacial Internacional na segunda-feira, entregando 3.765 quilos de experimentos científicos, alimentos e outros suprimentos.

O Telescópio Espacial James Webb fará um mergulho profundo na poeira cósmica

Galáxia espiral NGC 3351
O Telescópio Espacial James Webb deve estudar a galáxia espiral NGC 3351 em seu primeiro ano de observações científicas.

Um dos primeiros estudos do Telescópio Espacial James Webb buscará nos dizer mais sobre 19 galáxias próximas e como elas se encaixam na nossa história.

As imagens infravermelhas tiradas do espaço profundo permitirão que os dados do Webb adicionem informações sobre a formação de estrelas, ventos fortes soprando dessas estrelas perturbando o gás e a poeira cósmica, e estrelas maduras potencialmente escondidas em galáxias espiraladas.

Observatório de raios gama da NASA está de volta às operações após falha técnica

Observatório Neil Gehrels Swift. (Crédito da imagem: NASA)
Observatório Neil Gehrels Swift. (Crédito da imagem: NASA)

O Observatório Neil Gehrels Swift da NASA está de volta às operações científicas desde quinta-feira (17/02), após uma falha há mais de um mês.

O telescópio de quase 18 anos sofreu uma falha com uma de suas rodas de reação em 18 de janeiro, forçando uma entrada temporária ao modo de segurança. Swift usa um total de seis rodas de reação para apontar de forma autônoma na direção de possíveis rajadas de raios gama (GRBs), e agora operará com apenas cinco dessas rodas, disse a NASA em uma atualização na sexta-feira (18 de fevereiro).

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

O rover Curiosity da NASA encontrou uma "rocha" bastante incomum em Marte

Rocha incomum encontrada em Marte
Rocha incomum encontrada em Marte.

A imagem foi tirada pela Mastcam a bordo do rover Curiosity da NASA no Sol 3386 em 14 de fevereiro de 2022 às 02:54:49 UTC.

A rocha aparentemente é simétrica, o que torna o achado um tanto incomum.

domingo, 20 de fevereiro de 2022

10 coisas que você não sabia sobre a famosa estação espacial Mir

Em 23 de março de 2001, a lendária estação espacial foi afundada no Oceano Pacífico após 15 anos gloriosos e problemáticos no espaço.

Aqui estão 10 fatos que, talvez, você não sabia sobre a estação espacial Mir.

1. Tornou a ISS possível

O projeto da estação Mir.
O projeto da estação Mir.

Quando a URSS lançou a estação espacial Mir em órbita em 1986, tornou-se a primeira estação modular tripulada. Por muito tempo, a Mir foi a única plataforma para testar e se preparar para períodos prolongados de trabalho no espaço. Desde então, foi frequentado por muitos astronautas de vários países. As lições aprendidas ao longo dos anos ajudaram a aprimorar a Estação Espacial Internacional, entre outras coisas. 

sábado, 19 de fevereiro de 2022

Missão NG-17: Northrop Grumman lança nave de carga Cygnus para reabastecer a Estação Espacial Internacional

A missão NG-17 para reabastecer a Estação Espacial Internacional decolou neste sábado, 19 de fevereiro, às 14:40 (horário de Brasília). A espaçonave Cygnus da Northrop Grumman foi lançada a bordo de um foguete Antares no "Wallops Flight Facility" da NASA, na Virgínia.

A espaçonave de carga Cygnus nesta missão é chamada de SS Piers Sellers, em homenagem ao ex-astronauta da NASA. Sellers era um veterano de três missões de ônibus espaciais, STS-112, STS-121 e STS-132, que foram cruciais para a montagem da ISS. O NG-17 é a décima sétima missão de reabastecimento comercial da Northrop Grumman para a estação espacial e a sexta da empresa sob o contrato CRS fase dois (CRS2).

Rover Perseverance da NASA completa um ano em Marte

Rover Perseverance da NASA pousando em Marte

Em 18 de fevereiro de 2021, há um ano, o rover Perseverance da NASA pousava no Planeta Vermelho.

Pesando cerca 1.025 kg, Perseverance é o rover mais pesado que já pousou em Marte. Desde então, o rover coletou as primeiras amostras do núcleo de rocha de outro planeta (está carregando seis até agora), serviu como uma estação base indispensável para o Ingenuity, o primeiro helicóptero em Marte, e testou o MOXIE (Mars Oxygen In-Situ Resource Utilization Experiment), o primeiro protótipo de gerador de oxigênio em Marte.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

Erupção solar gigantesca é registrada pela sonda Solar Orbiter

Sonda Solar Orbiter captura erupção solar gigante
Sonda Solar Orbiter captura erupção solar gigante

A espaçonave Solar Orbiter da ESA/NASA capturou a maior erupção de proeminência solar já observada em uma única imagem junto com o disco solar completo.

As proeminências solares são grandes estruturas de linhas de campo magnético emaranhadas que mantêm densas concentrações de plasma solar suspensas acima da superfície do Sol, às vezes assumindo a forma de arcos. Elas são frequentemente associadas a ejeções de massa coronal, que, se direcionadas para a Terra, podem causar estragos em nossas tecnologias e causar problemas no nosso cotidiano.

Observatório de raios-X Chandra da NASA sofre falha em sua câmera de alta resolução

Observatório de raios-X Chandra da NASA
Observatório de raios-X Chandra da NASA

A NASA parou temporariamente o uso da câmera de um de seus telescópios espaciais após um problema de energia. O desligamento da câmera do Observatório de Raios-X Chandra, que estuda as regiões muito quentes do Universo há mais de duas décadas, interrompeu seu trabalho científico. O telescópio sofreu um problema de fornecimento de energia no seu instrumento High-Resolution Camera (HRC), no dia 9 de fevereiro, disse a agência espacial. Os cientistas da NASA estão agora analisando o problema e determinando a resposta apropriada para que o observatório volte a funcionar o mais rápido possível.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2022

A espaçonave de carga Progress MS-19 atracou hoje (17/02) na Estação Espacial Internacional

Dois dias após o lançamento no Cazaquistão, um cargueiro russo Progress atracou na Estação Espacial Internacional em piloto automático nesta quinta-feira com uma nova entrega de alimentos, suprimentos para tripulação, experimentos e CubeSats que serão lançados em uma futura caminhada espacial.

Europeus querem desenvolver sua própria nave espacial para levar astronautas à ISS

O astronauta europeu Matthias Maurer, de camiseta branca, junta-se a seus companheiros do Crew-3 para abraçar um foguete Falcon 9 antes do lançamento.
O astronauta europeu Matthias Maurer, de camiseta branca, junta-se a seus companheiros do Crew-3 para abraçar um foguete Falcon 9 antes do lançamento.

Embora a Europa tenha domínio da tecnologia espacial, o que ela não tem é uma nave própria para levar seus astronautas para fora da Terra, como em viagens para a Estação Espacial Internacional (ISS) ou outros locais. Isso, contudo, pode mudar, se um manifesto da Associação de Exploradores Espaciais da Europa seguir adiante.

Historicamente, europeus estão viajando ao espaço desde 1978, quando o alemão Sigmund Jahn subiu a bordo de uma nave russa Soyuz em direção à estação espacial Salyut 6. Entretanto, a Agência Espacial Europeia (ESA) sempre dependeu de parcerias externas para o transporte dessas viagens – ora com acordos com os russos para uso da Soyuz, ora com os norte-americanos, como é o caso da SpaceX com sua nave Crew Dragon, que levou o astronauta alemão Mathias Maurer na última entrega de tripulantes à ISS.

Quantos astronautas morreram no espaço?

Os cosmonautas Georgi Dobrovolski (esquerda), Vladislav Volkov (meio) e Viktor Patsayev (direita), as únicas três pessoas a morrer no espaço
Os cosmonautas Georgi Dobrovolski (esquerda), Vladislav Volkov (meio) e Viktor Patsayev (direita), as únicas três pessoas a morrer no espaço.

Não há dúvida de que o espaço é um lugar extremamente perigoso, mas poucos viajantes espaciais realmente morreram lá.

Desde meados do século 20, cerca de 30 astronautas morreram enquanto treinavam ou estavam em missões espaciais. Mas a grande maioria dessas mortes ocorreu no solo ou na atmosfera da Terra, abaixo do limite aceito do espaço chamado linha de Karman, que começa a uma altitude de aproximadamente 100 quilômetros.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022

Gestão do tráfego espacial em discussão na Conferência Europeia do Espaço em Toulouse

Tráfego Espacial

A conferência, que junta os Estados-membros da Agência Espacial Europeia (ESA) e da União Europeia (UE), é dirigida pela presidência francesa do Conselho da UE.

A gestão do tráfego espacial e a criação de uma rede de comunicações por satélite segura e de alto desempenho vão estar em discussão na Conferência Europeia do Espaço em Toulouse, França, que se realiza nesta quarta-feira.

Empresa espanhola "Acciona" avalia nanossatélites para detectar vazamentos de água

Tubulação de água

A empresa espanhola Acciona está iniciando testes piloto de um nanossatélite na mina chilena de Cerro Negro para detectar vazamentos no transporte de água.

O valor do investimento para esta iniciativa é de 30 mil euros (US$ 34.300).

A mina, localizada em Copiapó, possui uma usina dessalinizadora com capacidade de 600 l/s para abastecimento próprio e para levar água para cidades próximas.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2022

Virgin Galactic reabre venda de ingressos para voo espacial por US$ 450 mil

Espaçonave da Virgin Galactic
Espaçonave suborbital da Virgin Galactic

A Virgin Galactic, que no ano passado levou seu fundador Richard Branson para o espaço, reabrirá as vendas de ingressos para o público em geral a partir de quarta-feira, pela soma de US$ 450.000.

Anteriormente, apenas as pessoas que haviam pago um depósito para entrar em uma lista de espera poderiam comprar ingressos, mas agora as vendas estão mais uma vez aberta a todos.

Espaçonave de carga Progress MS-19 está a caminho da Estação Espacial Internacional

Um foguete Soyuz-2.1 transportando a espaçonave de reabastecimento Progress MS-19 da Rússia decolou hoje às 01:25 BRT e atingiu a órbita terrestre. O lançamento ocorreu no cosmódromo de Baikonur no Cazaquistão. 

A nave da Roscosmos, Agência Espacial Russa, está programada para atracar na Estação Espacial Internacional na quinta-feira, 17 de fevereiro, às 04:08 BRT (horário de Brasília), devendo permanecer em órbita por 370 dias.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2022

Agência Espacial Europeia seleciona satélites para o primeiro voo do Ariane 6

O novo local de lançamento do foguete Ariane 6, em Kourou
O novo local de lançamento do foguete Ariane 6, em Kourou, no Centro Espacial Europeu na Guiana Francesa, em 28 de setembro de 2021.

A Agência Espacial Europeia (ESA) anunciou nesta sexta-feira(11) que selecionou quatro experimentos científicos e sete microssatélites para serem transportados gratuitamente a bordo do primeiro voo do Ariane 6, previsto para o final do ano.

O primeiro voo do lançador europeu é um voo de teste, conhecido como voo de qualificação, oficialmente programado para o segundo semestre do ano a partir do Centro Espacial da Guiana (CSG) em Kourou.

Índia coloca três satélites em órbita no seu primeiro lançamento de 2022

Missão PSLV-C52/EOS-04 da Índia
Missão PSLV-C52/EOS-04 da Índia

A Índia lançou três satélites em 14 de fevereiro em seu "Veículo de Lançamento Polar de Satélite" em uma missão que marca o seu primeiro lançamento do ano.

O foguete PSLV-C52 decolou do Centro Espacial Satish Dhawan às 20:59 (horário de Brasília), disse a agência espacial indiana ISRO em um comunicado. A agência disse que os três satélites foram implantados com sucesso em uma órbita polar síncrona do sol de 529 quilômetros após um voo de cerca de 17 minutos e 34 segundos.

Programa Polaris: O novo projeto espacial do bilionário Jared Isaacman

Missão Polaris Down
Missão Polaris Dawn

O Programa Polaris realizará uma série de missões pioneiras com a nave Dragon da SpaceX, demonstrando novas tecnologias e culminando no primeiro voo espacial tripulado da Starship.

Liderado pelo empresário de tecnologia e comandante da missão civil Inspiration4, Jared Isaacman, este programa promoverá a exploração do espaço profundo, ao mesmo tempo em que arrecadará fundos para o Hospital Infantil de Pesquisa St. Jude.

A Rússia vai lançar uma nave de carga para a Estação Espacial Internacional nesta madrugada (15/02) — Veja como assistir

Cargueiro Espacial Progress da Roscosmos
Cargueiro Espacial Progress da Roscosmos

Uma nave de carga russa decolará nesta madrugada (15 de fevereiro) com toneladas de suprimentos e equipamentos para a tripulação da Expedição 66 da Estação Espacial Internacional.

Um foguete Soyuz da agência espacial russa, Roscosmos, está programado para ser lançado do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, às 01h25 (horário de Brasília) desta terça-feira, 15 de fevereiro. A cobertura terá inicio à partir de 01:00 BRT pela NASA TV.

A nave fará uma viagem relativamente lenta de três dias até a Estação Espacial Internacional antes de atracar na quinta-feira (17/10), que também será transmitida ao vivo. A cobertura ao vivo da NASA TV da chegada do cargueiro deve começar à 3:30 BRT (0630 GMT) e a nave Progress deve ser atracada na estação espacial às 5:06 BRT (0806 GMT).

Você pode assistir aqui.

O foguete que está prestes a atingir a Lua não é um SpaceX Falcon 9

Objeto WE0913A que colidirá com a Lua
Imagem do estágio de foguete que se dirige para um impacto lunar em 4 de março, como visto em 6 de fevereiro de 2022, quando se pensava ser o estágio superior de um Falcon 9. Os astrônomos que o rastreiam agora dizem que provavelmente é o estágio de um foguete chinês.

Em um caso de identificação espacial equivocada, o estágio superior "queimado" que cairá na Lua em março está agora ligado a um lançamento chinês de 2014, e não a um lançamento da SpaceX em 2015, ilustrando as dificuldades em rastrear objetos além da órbita.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022

NASA alerta que satélites de Elon Musk põe em risco a estação espacial

Estação Espacial Internacional

O plano de Elon Musk de aumentar a frota de satélites da SpaceX em 30 mil unidades pode colocar em risco a Estação Espacial Internacional e dificultar os esforços para observar asteroides potencialmente catastróficos, disse a NASA.

A aglomeração nas órbitas terrestres baixas que os satélites ocupariam poderia impactar sistemas que alertam sobre possíveis colisões por objetos espaciais. Além disso, "a segurança da Estação Espacial Internacional (ISS) e todos os outros ativos da NASA podem ser impactados" pelo aumento de objetos no espaço, disse a agência em comentários arquivados na Comissão Federal de Comunicações.

Satélites Starlink da SpaceX são condenados após tempestade geomagnética atingir a Terra

Starlink

Cerca de 40 satélites Starlink lançados na quinta-feira (3/02/2022) devem se desintegrar na atmosfera, de acordo com uma atualização da SpaceX na terça-feira.

Na semana passada, a SpaceX enviou 49 satélites Starlink em um Falcon 9 do Kennedy Space Center no que está se tornando uma operação bastante rotineira para a empresa de voos espaciais de Elon Musk. A SpaceX lançou mais  de 2.000 satélites Starlink desde 2018  em uma tentativa de levar internet via satélite de alta velocidade a todos os cantos do globo, e particularmente àqueles onde o acesso normalmente é limitado.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022

Helicóptero Ingenuity faz 19º voo, o primeiro após adiamento de quase 1 mês

Helicóptero Ingenuity

O helicóptero Ingenuity realizou seu 19º voo em Marte. O novo voo foi conduzido nesta terça-feira, e foi o primeiro realizado pela pequena aeronave desde dezembro — inicialmente, ele estava programado para acontecer durante o início de janeiro, mas a equipe da missão decidiu adiá-la em função de uma grande tempestade de areia ocorrida perto da cratera Jezero, no Planeta Vermelho.

Lockheed Martin vai desenvolver foguete para trazer amostras de Marte

Mars Ascent Vehicle

Um pequeno foguete será construído pela Lockheed Martin com o objetivo de decolar do solo de Marte e trazer para a Terra amostras de rochas, sedimentos, atmosfera e outros materiais para estudos por aqui. A iniciativa faz parte de um novo contrato fechado entre a empresa e a NASA e, se tiver sucesso, poderá representar o primeiro foguete já lançado a partir do solo de outro planeta.