domingo, 10 de maio de 2020

Made in Japan - O legado da Sony

A saga de Akio Morita e seus colaboradores para vender rádios de bolso na Europa e Estados Unidos.



Obs.: O vídeo não tem áudio no intervalo entre 58 s e 2 min.:23 s devido à reclamação de direitos autorais.

A revolução tecnológica do Japão o nascimento do transistor

Atualmente um dos produtos mais exportados pelo Japão são os transístores e circuitos integrados, porém, para que o semicondutor fosse descoberto e colocado em uso, foram feitos diversos estudos científicos e experimentos na tentativa de chegar ao resultado perfeito.

Variados tipos de componentes semicondutores são usados em todos os tipos de equipamentos eletrônicos. Metade da produção mundial de semicondutores é fabricado no Japão.

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

História e técnicas da radioastronomia

Um artigo básico, introdutório, que fornece um breve histórico e explica os princípios fundamentais dessa técnica.

É bem possível que a astronomia tenha sido a primeira ciência especulada pela humanidade. Através da arqueologia foi possível obter fragmentos de informações sobre várias civilizações que se preocupavam com os astros. Em épocas mais recentes, tivemos a grande contribuição do mundo árabe, em estudos dos astros e sua posição no firmamento. Tanto isso é fato indiscutível que muitas das constelações e astros que conhecemos ainda portam nomes de origem árabe.

Com o advento do rádio, um grupo inquieto de estudiosos dedicou-se a pesquisar os céus, buscando captar sinais que, segundo acreditavam, eram emitidos por outros corpos celestes. Alguns procuravam sinais que evidenciassem a presença de vida inteligente, outros simplesmente desejavam com a sensibilidade dos receptores, ir além dos limites permitidos pelos telescópios óticos. Todos esses esforços redundaram em uma aplicação prática da ciência, conhecida como radioastronomia.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Como projetar e construir seu próprio TX para radioamadorismo

Este artigo tem como objetivo a simplificação do dimensionamento elétrico de circuitos, assim como recordar as práticas de montagem, a ponto de qualquer  radioamador ter condições, em apenas algumas horas, de montar e ajustar o transmissor aqui descrito.

O memorial de cálculo, ou seja, as "contas" aqui apresentadas não se destinam a empresas ou àqueles que buscam os mínimos detalhes. Na verdade, isto é apenas um guia prático, que tem a finalidade de permitir que o amador ou técnico construa seu próprio TX. O artigo é destinado principalmente ao experimentador, fornecendo subsídios para o completo desenvolvimento e teste dos circuitos.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

A transmissão AM não morreu... na verdade ela nunca existiu...

Ao longo dos anos, os radioamadores tem se utilizado de várias modalidades de transmissão. No passado, as regras e regulamentos permitiam o uso de certos tipos de modulação, especificamente em certas frequências. Infelizmente, porém, tais regras tornaram pouco claros os fatos atuais relacionados à modulação. Um bom uso do espectro requer uma cuidadosa seleção das modalidades de transmissão e, para tal, precisamos entender suas características.

A mais simples das modalidades é AM; quando a radiotelefonia foi inventada, ela empregava modulação em amplitude. Acreditou-se durante um bom tempo, e isso perdura um pouco até hoje, que AM consistisse da variação da potência de portadora transmitida, de acordo com o sinal de áudio. Na verdade, para se entender AM, só é preciso compreender o princípio de operação dos misturadores. Sempre que dois sinais são aplicados a um misturador, vão aparecer na saída os dois sinais originais, e também a soma e a diferença dos mesmos. Desse modo, se um sinal de 1MHz for misturado com outro de 1 kHz, a saída será constituída por quatro frequências: 1MHz, 1kHz, 0,999MHz e 1,001MHz.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

O casamento de impedâncias e a relação de onda estacionária

Um artigo dirigido a radioamadores e técnicos que explica, de forma simples e direta, tudo o que é preciso saber sobre máxima transferência de potência e sobre a ROE.


"Casar impedâncias" significa acoplar, de forma eficiente, um gerador à sua carga, com a finalidade de obter o melhor resultado, ou seja, a máxima transferência de potência para a carga.