terça-feira, 15 de junho de 2021

A Radiotelegrafia está obsoleta?

Quem está de fora e alguns que especulam sobre o Radioamadorismo muitas vezes colocam a pergunta: "O CW esta obsoleto ? As modernas tecnologias acabaram com ele?"

Se voltarmos a 1912 ninguém questionava o aprendizado do CW e era uma questão muito simples: se você não fosse capaz de ouvir e entender CW simplesmente você não se comunicava através das ondas de rádio.

Mas hoje dizem que o CW morreu e esqueceu de deitar. Porque? Não só os radioamadores dos velhos tempos, mas também os novos, descobriram que vale a pena desenvolver esta habilidade, que é um prazer como qualquer outra habilidade que desenvolvemos. Existe um prazer real e uma conquista quando se comunica por este meio. Muitos acham o CW um derivativo para fugir do stress diário e dos problemas, porque ele absorve toda nossa atenção.

Existe ainda um valor prático. O CW pode enviar uma mensagem quando os outros métodos falham por algum motivo. O operadores de CW sabem que o seu sinal é capaz de ir mais longe e de penetrar interferências e estáticas, que a modulação não consegue. Esse é o motivo que os entusiastas de QRP (baixa potencia) acham o CW muito superior a fonia. Além disso os equipamentos tanto para recepção como para transmissão, são muito mais simples, menores, usam menos potência, podem até serem montados em situações de emergência com componentes fáceis de encontrar.

Estes fatores impressionaram até os comunistas da União Soviética. Eles ficaram muito entusiasmados com a confiabilidade, simplicidade e custo baixo dos equipamentos para comunicação em CW e com um custo de manutenção também baixo. (Seguindo este raciocínio seus rádios militares eram também todos a válvula para evitar possíveis danos causados por radiação). Por estes motivos eles incentivaram por anos a fio o aprendizado do CW e desenvolveram bons métodos de usá-lo. O CW foi até incluído em suas atividade esportivas "civis". Concursos e prêmios eram oferecidos aos operadores mais rápidos. Isto garantia para eles a manutenção de um grupo de bons operadores, rápidos, e que poderiam ser facilmente mobilizados em caso de guerra. Nos anos da guerra fria dois soldados americanos, que eram radioamadores, foram feitos prisioneiros em um navio que estava muito próximo da Costa da Coréia do Norte. Eles ficaram admirados como o número muito grande de russos que conhecia e compreendia o CW. Nos anos mais recentes os militares americanos parecem que acordaram para estes fatos, e retomaram o treinamento de seu pessoal em CW. Também compreenderam que o CW é um meio de comunicação efetivo no meio de interferência proposital dos inimigos. Existem outras vantagens também. O CW usa uma largura de banda muito estreita (o PSK31 usa uma largura menor ainda, mas requer um computador), o que para o radioamadorismo significa um número maior de canais disponíveis dentro da banda. Ele tem ainda uma taxa de sinal/ruído muito superior, e ainda por cima, um operador pode com facilidade aprender a separar os sinais, "mentalmente", que estejam muito próximos pela diferencia de tom, velocidade e até do estilo do operador.

Bibliografia:

  • A Arte e a Habilidade da Radiotelegrafia (domínio público) — William G. Pierpont N0HFF

Nenhum comentário:

Postar um comentário