domingo, 17 de novembro de 2019

Os tipos de modulação

Normalmente, o sinal a ser modulado em qualquer sistema de transmissão interfere em algum parâmetro de um sinal de frequência bem mais alta, conhecido como sinal da portadora. O sinal que faz com que algum parâmetro da portadora varie é conhecido como sinal modulante, ou simplesmente a informação. O sinal da portadora é geralmente uma senóide e a informação interfere nos seguintes parâmetros: nível, frequência e fase da portadora. Outros tipos de modulação podem ser aplicados a sinais especiais, por exemplo, a modulação em largura e posição de pulso.



Já que existem vários tipos de modulação, cada um deles foi abreviado e em toda a literatura técnica esses termos aparecem constantemente.

CW  — "Continuous Wave" (Modulação de Onda contínua) - consiste de um sistema de radiofrequência de frequência fixa, sem modulação. O chaveamento de um sinal telegráfico também é conhecido como CW.

ASK — "Amplitude Shift Keying" - modulação de uma informação digital pela mudança da amplitude da portadora.

AM — Modulação em amplitude - modulação em amplitude em duas bandas e com portadora, para distinguir das variações desse tipo de modulação (DSBSC, SSB, etc.).

DSBSC —  Modulação em amplitude em banda dupla e sem portadora - consiste de um sinal modulado em AM mas filtrado na frequência da portadora, para suprimi-la.

SSB — Modulação AM de banda única - consiste num sinal modulado em AM com filtros na portadora e em uma das bandas.

VSB — Vestigial Side Band - consiste de um sinal AM com uma das bandas e a portadora parcialmente removidos pela filtragem.

FM — Frequência modulada - consiste de um sinal cuja frequência varia conforme a informação.

NBFM — Modulação de FM de faixa estreita - sinal modulado em FM mas com desvio em frequência menor do que o FM normal.

PM — Modulação de fase - resulta quando o desvio de fase da portadora é proporcional ao sinal da informação.

FSK — "Frequency Shift Keying" - consiste de um sinal modulado em frequência por uma informação digital (binária).

PSK — "Phase Shift Keying" - consiste de um sinal modulado em fase por uma informação digital (binária).

PAM — Modulação em amplitude de pulsos - resulta da variação do nível de uma série de pulsos de acordo com o sinal da informação.

PWN — Modulação em largura de pulso - resulta da variação do tempo de duração dos pulsos de acordo com o sinal da informação.

PPM — Modulação em posição de pulso - resulta quando o sinal modulante varia a posição de um pulso em relação ao suposto sinal pulsado não modulado.

PCM — Modulação codificada de pulsos - consiste de uma série de palavras binárias correspondentes à amplitude do sinal da informação.

DPCM — Modulação codificada de pulsos diferencial - é uma modificação do PCM na qual a taxa de variação de amplitude em relação ao tempo também é codificada numa palavra binária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário